Corrupção vem do latim corruptus, que significa quebrado em pedaços. O verbo corromper significa “tornar pútrido”.
A corrupção pode ser definida como utilização do poder ou autoridade para conseguir obter vantagens e fazer uso do dinheiro público para o seu próprio interesse, de um integrante da família ou amigo.
A corrupção é presente (em maior evidência) em países não democráticos e de terceiro mundo. Essa prática infelizmente está presente nas três esferas do poder (legislativo executivo e judiciário). O uso do cargo ou da posição para obter qualquer tipo de vantagem é denominado de tráfico de influência.
Ao longo dos anos fomos vencidos pelo cansaço, nos tornamos um povo apático a tudo isto. Somos pacíficos, mas não precisamos ser omissos. Em outros países por questões muito menores o povo sai às ruas protestando e cobrando os seus direitos. Temos que limpar a administração dos maus políticos e servidores públicos que mancham nossa imagem, afinal carregamos a pecha de sermos uma sociedade corrupta.
Falta-nos esse poder de mobilização e indignação, afinal quem manda neste país é o povo brasileiro, sua vontade é soberana e cabe aos ocupantes dos cargos públicos nos representar e, sobretudo, nos respeitar.
A situação pode, sim, ser mudada. Desde que você e eu nos manifestemos abertamente, pois nossa manifestação, quando multiplicada, gerará a necessária mudança da opinião pública sobre o assunto. Sinta-se à vontade para utilizar ou compartilhar este artigo com seus amigos e colegas, e peça-os para manifestarem também em blogs, twitters e outros meios, enviando cópia para deputados, senadores e outras autoridades.
E para combater essa doença social, O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (26) o projeto de lei que altera o Código Penal para aumentar a punição para corrupção e tornar esse tipo de delito crime hediondo, considerado de maior gravidade.
O texto aprovado determina que a corrupção ativa (quando é oferecida a um funcionário público vantagem indevida para a prática de determinado ato de ofício) passa ter pena de 4 a 12 anos de reclusão, além de multa – atualmente, a reclusão é de 2 a 12 anos. A mesma punição passa a valer para a corrupção passiva (quando funcionário público solicita ou recebe vantagem indevida em razão da função que ocupa).
A proposta também inclui entre crimes hediondos a prática de concussão (ato de exigir benefício em função do cargo ocupado).
A proposta segue agora para a Câmara – se alterada pelos deputados, voltará para o Senado antes de ser sancionada pela presidente da República.


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

A respeito das PECs, por causa do conflito de informações gerados na internet, com pouco conhecimento as pessoas podem acabar banalizando esse nome. A derrubada da PEC 37 foi sim uma vitória pro povo brasileiro, restam agora a PEC 99 e a PEC 33, mas… será que todas as PECs em pauta são de fato desfavoráveis à nós??
Conheça agora o propósito da PEC 280 de forma simplificada: redução de 513 deputados federais para 250, com cada estado tendo no mínimo 4 representantes e no máximo 35.
De fato, a redução para o número de 250 deputados federais que se voltam para a função institucional de representantes da sociedade, seria mais eficiente do que uma quantidade superficial de 513, já seria um bom dinheiro público economizado afinal, um deputado oferece uma despesa de 170.000R$ ao estado, que sai do seu bolso, do meu bolso, do nosso bolso.

Logo, mediante o que foi citado acima, qual é a sua opinião a respeito da PEC 280, se concorda curta, se não ou se houver dúvidas deixe seu comentário.

Dados: “Um deputado federal hoje, somadas suas verbas de gabinete (para gastos com materiais de escritório e pagamento de 25 assessores), verbas indenizatórias (comida, hospedagem, aluguel de escritório além do utilizado na Câmara, gasolina e consultorias), salários (mensais, mais um no início e outro no final do ano), auxílio moradia, cota postal e telefônica, impressões, passagens, assistência médica top (com reembolso ilimitado para ele e sua família) fica em torno de R$ 170.000,00 (cento e setenta mil reais) aos cofres públicos. Faço lembrar, que são 513 deputados federais, alguns com dificuldade de escrever seu próprio nome.”


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

Vândalos, criminosos, marginais, baderneiros e manifestantes radicais…
A onda de manifestações vem crescendo nas cidades brasileiras, não só nas capitais, mas em todas as regiões menores, além de alguns brasileiros “exilados” apoiando em outros países. Sim brasileiros exilados, brasileiros emigram por conta “própria” e/ou diversos motivos, sendo que os principais são: busca de melhores condições de vida, procura de emprego, fuga de uma área de desastre natural ou existência de guerras. Os emigrantes costumam buscar regiões com alto índice de urbanização, pois procuram boas condições de vida (emprego, educação, saúde, etc). 
Como se ver constantemente na televisão há atos de vandalismo, em meio às manifestações. Mas o que seria vandalismo?
Vamos subdividir o vandalismo:
O vandalismo “branco”, (vamos nomeá-lo para melhor identificação) aquele vandalismo, seria a tomada de órgãos públicos, revidar ataques truculentos militares, pichação nos muros públicos ou privados com mensagens de ordem, ou seja, vandalismo intelectual e praticamente pacifico. 
O vandalismo radicalista, depredação de patrimônio publico ou privado, pichação de sigla de gangues, e oralidade chula, provocação aos policiais.


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

"LIVRES"

São 5 meses (150 dias) que vocês ou seus responsáveis trabalha para o governo, trabalharam de janeiro até o dia 30 de maio último somente para pagar os impostos, taxas e contribuições que os governos federal e estadual e as prefeituras exigem dos cidadãos. O grande problema é que pagamos um valor exorbitante em troca recebemos calamidades públicas, se os serviços fossem pelo menos compridos o que é prometido não teria problema, todavia serviço público é péssimo. Se morasse na Argentina ou nos Estados Unidos, seriam pouco mais de três meses exclusivamente para pagamento de impostos.
Pensar faz Bem, pense nisso.


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

O que é meme?

Apesar dos vídeos “Para nossa alegria” e “Luiza está no Canadá” serem conhecidos, poucas pessoas sabem, de fato, o que é um meme ou qual é a sua origem. Qualquer coisa pode se tornar uma piada na rede: citações, desenhos, fotos ou vídeos. Claro, desde que se torne um viral e se espalhe pela Internet.
Significado de meme
Segundo a Wikipédia, este termo é sinônimo de “fenômeno da Internet”, ou seja, é tudo o que faz sucesso e se propaga rapidamente na rede. Exemplo recente disso é o garoto Jefferson, que soltou a voz ao cantar “Para a nossa alegria” e teve mais de 8 milhões de views.
Dos que fizeram sucesso até hoje, pode-se entender que o termo tem a ver com brincadeiras e piadas em citações, desenhos, fotos ou vídeos que se propagam com uma grande velocidade na rede e ganham o gosto popular.

Origem
É provável que o primeiro meme tenha sido criado, em 1998, por Joshua Schachter, de 24 anos, no serviço Memepool. Nele, os usuários postavam na Internet links interessantes.
No evento Contagious Media, em 2000, a palavra meme foi utilizada pela primeira vez. O objetivo foi traduzir em uma expressão uma mensagem que rapidamente é difundida e ganha novas versões de acordo com o contexto. Depois disso, a palavra meme caiu no gosto das pessoas.
Outra explicação possível, destacada pelo escritor Richard Dawkins no livro “O Gene Egoísta”, de 1976, se refere a “uma unidade de evolução cultural”, que espalha a mensagem de uma pessoa para outra. A partir disso, podemos interpretar que toda a informação com aspecto cultural propagado entre indivíduos é considerado um meme. 

Memes famosos
Pintinho Piu:
http://www.youtube.com/watchfeature=player_embedded&v=09Kmah2pkqM

Ui, ele existe :
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=danYFxGnFxQ#t=30s

Trollface

Quem nunca viu ou compartilhou os memes Forever Alone, Troll Face e Me Gusta nas redes sociais? Eles contam histórias que lembram muitas situações cotidianas.

via-http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/04/o-que-e-meme.html


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

Quem foi Tio Sam?

Considerado um dos símbolos mais famosos do mundo, o Tio Sam é a personificação do país mais poderoso do planeta, os Estados Unidos da América (EUA). Provavelmente você já ouviu esse nome como uma referência aos EUA. Porém, você sabe como surgiu o Tio Sam?

De acordo com documentos históricos dos Estados Unidos, o termo Tio Sam foi criado em 1812 por soldados estadunidenses que estavam no norte de Nova Iorque. Eles se alimentavam de uma carne cujo recipiente eram barris com a seguinte inscrição: U.S (United States), em português, “Estados Unidos”.

Esses soldados passaram a brincar com o significado das letras, chamando “carinhosamente” Samuel Wilson, dono da empresa fornecedora dos alimentos, de “Uncle Sam”, em português, “Tio Sam”.

Em 1870, o cartunista Tomas Nast realizou o desenho do Tio Sam como uma homenagem a Abraham Lincoln (ex-presidente dos Estados Unidos e considerado um herói nacional), que teve os traços de seu rosto como inspiração para o trabalho. Sendo assim, o Tio Sam foi retratado como um senhor de cabelos brancos e barbicha, usando roupas das cores da bandeira dos EUA (azul, vermelho e branco), além da cartola com uma estrela branca.


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 17 HORAS

Você já percebeu que nossas atualizações não alcançam todos os usuários? 
Você pode atingir o máximo de seguidores ou amigos, e até mesmo de curtir em sua page, mas caso você não pague uma ferramenta do facebook de divulgação, só alguns amigos visualizará seus feeds.

O Que significa aquela parte superior do chat? Porque tem poucas pessoas? E porque ficam oscilando?
Assim com seu chat, suas atualizações e a dos seus amigos são classificadas, sim, só os amigos que você tem mais afinidade diante ao facebook poderá visualizar seus feeds, em tempo real. Seus amigos que ficam na parte superior do chat são os que mais você tem contato, mais se comunica via facebook o mesmo sistema que é usado para classificar os status.

Qual motivo desse sistema do Facebook ?
Com avanço do campo da publicidade na superfície da web wide world, o uso de banner, vídeos e etc. se tornou comum nas redes sociais, a fim de explanar o produto. Alguns usuários do facebook usam normalmente page ou até mesmo o próprio perfil como meio de divulgar seu trabalho, obtendo um lucro por meio do facebook. Como vivemos em um meio capitalista onde “nada se perde tudo se transforma” o facebook então criou estes meios para adquirir capital. Quem tem page pode perceber um opção de divulgar. Eles estão já colocando no mercado uma ferramenta paga para usuários, que colocará atualizações de usuários no topo do feed de notícias de todos os seus amigos e assinantes com objetivo a promoção de posts pessoais dos usuários.

http://www.facebook.com/pensarfazbempensenisso


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 16 HORAS

A “bolsa crack” é um desperdício ?

"Depois de uma série de insucessos (previsíveis, diga-se) no combate ao crack, o governo Alckmin lança um projeto de internação aos dependentes, oferecendo uma quantia às famílias no valor de R$ 1,3 mil mensais.
O que se criticava (e com razão) é que o sistema público não oferecia leitos suficientes para os dependentes. Se vai oferecer agora, não sei. Mas o fato é que, com esse valor, pode-se credenciar uma rede de instituições privadas.
Ilusão imaginar que só com polícia e assistência social iríamos enfrentar o crack.
É um trabalho que envolve a família, a escola, a comunidade. E, para ter algum efeito, psiquiatras, medicando remédios. No meio disso, terapia e um esforço de socialização das vítimas das drogas.” - Folha de S.Paulo (08/05/2013)

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=398396006944827&set=a.392960957488332.1073741828.386854421432319&type=1&theater


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 16 HORAS

http://www.facebook.com/pensarfazbempensenisso


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 16 HORAS

Beijou sapos, mordeu maçãs, espetou o dedo. Entretanto, a realidade insista em sufocar seus sonhos”.

Todo filme e toda a história implora para esperarmos por isto: a reviravolta no terceiro ato, aos quarenta e cinco minutos do segundo, a declaração de amor inesperada, a exceção à regra. Mas às vezes focamos tanto em achar nosso final feliz que não aprendemos a ler os sinais, a diferenciar entre quem nos quer e quem não nos quer entre os que vão ficar e os que vão te deixar. E talvez esse final feliz não inclua um cara incrível um parceiro(a) idealizado pelos filmes, o príncipe.

Os filmes nos passam a mensagem de um relacionamento de “diamante” indestrutível. Passar a vida sonhando com um príncipe encantado, com o herói, com um Peri, esperando que ele fosse aparecer em sua vida de forma inesperada, e vai mudar sua vida literalmente. Ficamos tão conectados com os filmes, que os trazemos para o nosso dia a dia e ficamos angustiados que nossas vidas sejam rodeadas de felicidades. Esses são os modelos impostos pelo o mundo cenográfico. 

Não existe uma vida feliz um relacionamento completamente feliz, apenas momentos felizes… Aproveite cada olhar, abraço ou beijo; são momentos únicos, que ficam na eternidade… Viver no momento presente traz a plenitude da vida. e o final? Bem… Vamos deixar para o final !

PENSAR FAZ… 


POSTADO EM 28/6/2013 ÀS 16 HORAS
1 2